Música para casamento: dicas para a escolha dos músicos!

Quando o assunto é música para casamento, a primeira dúvida que surge é: com tantas empresas e opções disponíveis no mercado, como escolher?

música para casamento Quartilis
Casamento na igreja – Quartilis (foto Adalberto Rodrigues)

A música para casamento é importantíssima. Quando bem executada, deixa o ambiente requintado, emociona a todos e ajuda a criar momentos inesquecíveis.

Mas você já ouviu falar de cerimônias onde a música chamou a atenção dos convidados por conta dos erros, desafinações e desencontros? Diferente do trabalho de outros fornecedores de casamento, o músico só tem uma chance de “acertar”. A música deve ser harmoniosa, impecável e estar em sintonia com a celebração.

Na hora de contratar os músicos é importante verificar se a empresa possui experiência no mercado, clientes satisfeitos e um bom atendimento. Mas existem algumas dicas exclusivas deste ramo que poucos sabem.

Em primeiro lugar é importante saber que músico não é “tudo igual”. Existem músicos profissionais, com graduação e experiência, e existem “músicos” que estão iniciando seu processo de aprendizado e aperfeiçoamento.

O primeiro passo é verificar se a empresa trabalha com músicos profissionais. Verifique também se permite que você conheça esses músicos (ao vivo, trabalhando em eventos ou em apresentações). Muitas empresas divulgam videos muito bons, mas não garantem que os músicos do vídeo estarão presentes no dia do casamento e isso é arriscado.

Música para casamento Curitiba - Foto Yellow Estudio
Casamento ao ar livre – Quartilis

Outro ponto importante é que o músico presente no dia (ou pelo menos o responsável pela equipe de músicos) tenha experiência com casamentos. Nem todos sabem a hora certa de tocar ou conhecem o rito da celebração de um casamento e podem acabar cometendo erros desnecessários por falta de conhecimento ou atenção.

Uma equipe fixa de músicos é importante para manter a qualidade pois permite que os músicos ensaiem e tenham afinidade para executar as músicas escolhidas.

Músicos bons, mas que não se conhecem e não conhecem as músicas que você escolheu para a sua cerimônia podem fazer feio na hora do casamento.

Violinista para casamento em Curitiba
Quartilis música para casamento

Quando o assunto é música para casamento, existe ainda outro ponto importante: verificar se a empresa trabalha com arranjos musicais específicos para as formações musicais que vende (quarteto de cordas, coral, orquestra, etc). Músicos bons sem partitura ou conhecimento das músicas que você escolheu = música ruim. Os arranjos são partituras detalhadas, onde se escreve o que cada músico irá tocar, e são fundamentais para garantir que a música saia do mesmo jeitinho que você ouviu no vídeo ou na apresentação. Empresas que colocam um grupo todo improvisando em cima de uma mesma partitura ou tocando a mesma coisa colocam em risco a qualidade final do seu trabalho. Além disso, você gasta seu dinheiro a toa, contratando vários músicos para ter um resultado final sem impacto (pois todos estarão tocando a mesma coisa).

Verifique também se existe necessidade de equipamentos de som para o local da sua cerimônia e se a equipe contratada oferece esses itens no pacote.

Feito o chek-list, pode fechar, confiar e se emocionar!!!!

Cuidado com os pacotes muito baratos, promoções relâmpago, vendas pela internet. Se o seu orçamento está reduzido vale a pena optar por uma formação com menos músicos de uma empresa confiável do que fechar pacotes com mais músicos de empresas que não passam segurança.

 

1 thought on “Música para casamento: dicas para a escolha dos músicos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *